Pequenas impressões de uma "mulherzinha",isto é de um ser que assume que é mulher:mimada,consumista,meio chatinha,meio "non sense",mas muito observadora.Cada post é somente um pequeno momento da vida dessa mulher...que não sou eu!

sábado, 24 de outubro de 2009

Foi-se...


Foi-se o tempo dos medos mais singelos, de dormir só, de amar sem destino...
Foi-se o tempo de acreditar nas coisas impossíveis, como príncipe encantado ou faz de conta...
Era uma vez a menina quer dormia com ursinho de pelúcia e acordava com medo de bicho papão...
As lágrimas não vertem com tanta facilidade, o coração não ama com tanto fervor, as preocupações são reais e concretas...
As utopias escorreram pelo ralo...
Os sonhos são enormes mal cabem na alma, os sorrisos quando existem, tomam conta da rua...
As lágrimas são raras já não enchem um dedal, os objetivos não são mais de mudar o mundo, e sim, mudar a vida, para o mundo evoluir.

"Carol de Lucca



*Obrigada,Carol,vc escreveu para mim!

3 comentários:

R.Vinicius disse...

"Foi-se o tempo, mas há outro, esse mesmo - que corre entre teus passos."

Abraço.

Débora disse...

Oi,querida

Que bom pra vc...pra mim,o tempo ainda me traz todos esses medos...

Adorei!

bjus

Vênus disse...

Que lindo,Beth!!

pois eu ainda credito em príncipes,em fadas,em duendes ...creio que é por isso que não tenho medo de nada!!

Adorei!Seu blog tá show!

Beijo